Fotos de casas feitas de barro

Закрыть ... [X]

Os barbeiros são conhecidos insetos, especialmente nas áreas rurais de regiões variadas de nosso país. Há aproximadamente cem espécies desses insetos. Muitos deles vivem apenas na mata, enquanto outros se adaptaram completamente às casas. Geralmente apresentam aparência acinzentada e preta, contando com manchas avermelhadas, alaranjadas ou amarelas  em volta do abdômen.

Fotos de Barbeiro

Fotos de Barbeiro

Os barbeiros apresentam comportamento hematófago, isto é, sua alimentação é baseada em sangue. Para poderem se alimentar, os barbeiros usam uma tromba (que atua da mesma forma que uma agulha). Ela é colocada na pele do animal do qual ele vai se alimentar, e através dela promove a sucção sanguínea.

Para conseguir uma sucção mais tranquila, ele prefere atacar suas vítimas quando ainda estão dormindo. Para não acordá-las, sua picada não oferece dor, porém vem acompanhada de uma leve coceira. Esse inseto tem em sua saliva um conteúdo que promove a anestesia do lugar ele introduziu sua tromba.

O Barbeiro e a Chagas

Eles são capazes de transmitir a Doença de Chagas, mas o micróbio da doença não afeta os insetos contaminados.

Curiosidades Sobre o Barbeiro

Um barbeiro pode viver até 02 anos. Uma fêmea do inseto põe de uma a duas centenas de ovos, e os mesmos demoram até quatro semanas para eclodirem e dele surgirem as larvas (poucos dias após isso, ela já saem em busca de sangue). Depois de sua 1ª refeição surgirão alterações no organismo do inseto, haverá perda de pele ainda uma casca. Esta modificação é denominada muda, sendo importante para que o barbeiro passe por transformações e cresça no tamanho, enquanto a casca está flexível e mole.

Ao todo, o inseto passa por 05 mudas, até chegar à fase adulta, se diferenciando dos demais pelo tamanho, e também pela presença de completas asas e aparelho sexual completo, estando pronto para procriar. A diferença da fêmea adulta para o macho está na saliência em sua traseira, chamada de ovopositor.

Os possíveis predadores dessa espécie são algumas abelhas e formigas, além de galinhas e outros tipos de aves e até o próprio homem. Por se tratar de um inseto capaz de transmitir graves doenças, é importante obter as informações corretas sobre o mesmo.

Maiores Informações

O nome científico do Barbeiro é Triatoma Infestans, sendo uma espécie que pertence à família Reduviidae. Pode ser encontrado em diversos países, como Bolívia, Brasil,  Peru,  Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai. E quando se conhece esse inseto, dificilmente  é confundido com outra espécie.

Os barbeiros têm hábitos noturnos e são hematófagos. Apresentam o corpo preto, achatado e redondo, entretanto, o mesmo fica inchado depois de se alimentar do sangue de seres homeotermos, como, por exemplo, o homem. Tendem a viver em locais usados pelo homem, especialmente nas casas construídas com pau a pique (feitas de madeira e barro) em razão dessas residências apresentarem sempre frestas em suas paredes, o barbeiro vê nesses lugares um excelente esconderijo. É ele que transmite a doença de Chagas.

Informações Gerais

Esses insetos são conhecidos popularmente como chupança, bicudo, e furão, e costumam medir até três centímetros de tamanho e são reconhecidos facilmente pela forma de sua cabeça; quase sempre têm coloração preta ou marrom.

O que Esses Insetos Querem de Você

A alimentação do barbeiro é baseada em sangue para que se completo seu pleno desenvolvimento e, em consequência disso, buscam se alimentar de sangue de diversos animais e também do sangue de seres humanos.

Por que Esses Insetos são um Problema

Geralmente acontecem à noite as picadas, já que esses insetos apresentam comportamento noturno. As picadas não são doloridas e, por isso, não acordam as vítimas do inseto.

Geralmente, os barbeiros entram nas casas em busca de sangue para se alimentarem. Vivem em frestas, rachaduras, embaixo de móveis, casas que tenham telhado de palha e em locais mais escuros, de maneira a sentirem-se protegidos;

São bastante atraídos pela luminosidade, odores humanos e dióxido de carbono;

Eles podem fotos de casas feitas de barro ser portadores e transmissores de doenças infecciosas, principalmente, como já mencionamos anteriormente, da Doença de Chagas. Eles são capazes de transmitir essa doença para animais e pessoas sempre que suas fezes entram em contato com as feridas deixadas por suas picadas em suas presas;

As picadas desses insetos costumam ser bastante desagradáveis e quase sempre acabam resultando em manchas vermelhas que coçam bastante e, inclusive, podem vir a provocar uma forma de reação alérgica, como coceira insistente, inchaço, vermelhidão, dentre outros.

Truques e Dicas

É importante que não haja espaços para que o barbeiro se instale, por isso, feche locais por onde esse inseto possa entrar em sua casa e retire esconderijos possíveis dele, como pedaços de madeira, pedras, ou ainda alguma outra forma de entulho próxima à fundação da residência;

Além de se alimentarem de sangue humano, esses insetos também costumam se alimentar do sangue dos animais de estimação, por isso, é fundamental que se mantenha o lugar de descanso deles e a casa sempre bem limpa e organizada, livres de sujeira e de entulhos.

Assim como em outras situações, a limpeza se torna fundamental, e afugenta esses temidos insetos. Mas é ainda importante que ao menor contato com o barbeiro, logo se vá até um posto de saúde e faça o exame de sangue para saber com certeza se foi ou não picado pelo inseto, ou ainda se o mesmo era transmissor do mal de chagas.

Todo o cuidado é pouco nessa situação, visto que a Doença de Chagas é capaz de levar as pessoas à morte.

O vídeo a seguir é uma reportagem da TV Aparecida onde você encontra tudo sobre o inseto barbeiro e a doença de chagas.

A Doença de Chagas

Recentemente foi divulgado uma noticia que preocupou as autoridades e gestores de saúde, pois foi notificado a contaminação da doença de Chagas em pacientes no litoral de Santa Catarina não pelo barbeiro, mas sim pelo consumo de caldo de cana que estaria contaminado com as fezes do transmissor. O fato está sendo investigado com muito cuidado e critério por cientistas e pesquisadores, pois está forma de contágio pode favorecer o alastramento da doença.

Definição e Nomenclatura

A doença de Chagas também é conhecida, como Chaguismo ou Mal de Chagas, em homenagem ao médico Carlos Chagas, que foi quem identificou a enfermidade, é uma infecção causada pelo protozoário Trypanosoma Cruzi, e sua transmissão se dá através de insetos do gênero Triatoma, conhecidos no nosso país como barbeiros. Os sintomas são variados, e caracterizados por inchaços,na fase aguda. Porém quando ela se torna crônica, com o passar dos anos, apresenta sintoma graves como complicações cardíacas e intestinais, que se não forem tratados pode levar o indivíduo a óbito.

Ciclo de vida da Doença de Chagas

Ciclo de vida da Doença de Chagas

A doença de Chagas foi descoberta no ano de 1909 e é causada pelo parasita Trypanosoma cruzi, popularmente conhecido como barbeiro. Até a década de 60 a doença não foi objeto de preocupação entre a comunidade cientifica e entre a população, após alguns estudos realizados pelo Instituto Oswaldo Cruz em Minas Gerais a doença passou a ser considerada como uma situação de risco a saúde pública, que hoje é objeto de diversas pesquisas na faculdade de medicina da USP, na cidade de Ribeirão Preto em São Paulo. Os estudos e pesquisas tem o objetivo de desenvolver uma vacina para a doença, evitando que se de o contágio, uma vez que há uma estimativa de que possam existir cerca de 18 milhões de pessoas em todo o mundo contaminadas com esta doença, que comprometem a saúde crianças e ocasionam a morte de cerca de 20 mil pessoas por ano. São números alarmantes que fazem com que os estudos e pesquisas sejam exaustivamente desenvolvidos.

Como é a Contaminação

A preocupação com a doença de Chagas tem aumentado em função de diversas situações, assim como a noticia do provável contagio pela ingestão de cana de açúcar, e outros relatos encontrados em sites de saúde na internet de pacientes que podem ter contraído a doença pela via oral, uma vez que até então seu contagio era pelo sangue, através de transfusões e picada do mosquito, assim como a febre amarela. Também há registro de animais silvestres em que foram confirmada a presença da patologia. Além disso a doença afeta animais domésticos como os roedores, gambá, gatos e cachorros, que podem ser infectados e funcionar como um reservatório para o parasita.

Apos a contaminação o homem geralmente não apresenta sintomas até um mês após a picada, e as vezes os sintomas confundem-se com de outras doenças. Em 80 % dos casos a doença pode ser curada ou eliminada a probabilidade de se tornar cronica, quando tratada na fase inicial. Na fase cronica a doença é incurável e há o comprometimento do sistema circulatório, coração, fígado e de outros órgãos vitais. O paciente pode viver muito tempo com a doença, mas a doença segue se alastrando e gradualmente em uma ou duas décadas podem aparecer problemas como demencia, cardiomiopatia, granulomas e outros problemas sérios que no mais das vezes levam o paciente ao obito. O paciente neste estágio deve utilizar medicamentos, tratamentos paliativos,e recursos tecnológicos possiveis, visando uma melhor qualidade de vida.

Ciclo de contaminação pela doença de Chagas

Ciclo de contaminação pela doença de Chagas

A Doença de Chagas é um tipo de infecção transmitida por um parasita que pode ser encontrado nas fezes de insetos, especialmente do Barbeiro. É muito comum na América Central, América do Sul e ainda no México. Casos raros da doença foram observados também nos Estados Unidos.

Ela ainda é chamada como chaguismo e tripanossomíase americana. Obteve esse nome em razão de seu descobridor, o médico Carlos Chagas, que foi, por 04 vezes, indicado ao Prêmio Nobel de Medicina.

Em nosso país, estão infectadas cerca de 03 milhões de pessoas com a Doença de Chagas. A parte boa disso é que tal número está ligado apenas a pessoas que estiveram infectadas num tempo passado e que ainda têm a doença e que estão em tratamento.

Tratamento da Doença

Na fase aguda da doença, a utilização de alguns medicamentos, podem curar a pessoa ou reduzem a possibilidade da evolução da patologia em cerca de oitenta por cento dos casos. Infelizmente a fase crônica não tem cura, e os danos ao coração e ao sistema nervoso do doente são irreversíveis, no entanto um tratamento paliativo pode ser usado, para aliviar o sofrimento da pessoa. Segundo dados estatísticos o Mal de Chagas, está entre as doenças que mais acometem a população pobre, sem acesso aos fármacos usados no combate a doença.

O barbeiro e a Doença de Chagas

Os Barbeiros são insetos mais conhecidos por transmitirem a famosa Doença de Chagas. Vivem geralmente em ambientes escuros, úmidos e quentes e tem o hábito noturno. Possuem tamanho médio de dois centímetros e pesam cerca de 100 miligramas. Vivem geralmente em casas de pau-a-pique, na amazônia, onde são mais comumente vistos devido aos fatores citados que proporcionam facilidade de sua reprodução.

É um inseto que tem uma picada bastante dolorosa, e que se ocorrer, deve-se procurar médico imediatamente para confirmar se houve contaminação ou não. Alimenta-se, na maioria dos casos, de sangue de boi, vaca, cavalo e outros mamíferos grandes, mas também podem, em casos raros, buscarem outros insetos de menor porte como fonte de alimento e nutrientes.

Como se contrai a doença de Chagas?

  • As pessoas podem ser infectadas de várias maneiras. Em áreas endêmicas de Chagas, a principal forma de transmissão é através de vetores. Os insetos vetores são chamados de triatomíneos (barbeiro).
  • Os grandes problemas são encontrados em casas feitas de materiais como barro, palha e sapé. Durante o dia, os bichos se escondem em fendas nas paredes e telhados. Durante a noite, quando os moradores estão dormindo, eles agem.
  • Eles costumam picar o rosto das pessoas e ingerir sangue, além disso, eles defecam sobre a pessoa.
  • As pessoas também podem se infectar através de:
  1. Consumo de alimentos crus contaminados com fezes de mosquitos infectados;
  2. Transmissão congênita (de uma mulher grávida para o bebê);
  3. Transfusão de sangue;
  4. Transplante de órgãos;
  5. Exposição laboratorial acidental.
  • É geralmente considerado seguro amamentar, mesmo se a mãe tem a doença de Chagas. No entanto, se a mãe tem rachaduras nos mamilos ou sangue no leite materno, ela deve bombear e descartar o leite até que os problemas sejam resolvidos.
  • A Doença de Chagas não é transmitida de pessoa para pessoa, como um resfriado, uma gripe ou através de contato casual.
Ciclo de Vida do Agente Causador da Doença de Chagas

Ciclo de Vida do Agente Causador da Doença de Chagas

Sintomas:

Fase aguda:

  • Aumento do fígado e do baço
  • Febre
  • Inflamação e dor nos gânglios linfáticos
  • Mal estar
  • Olhos inchados
  • Problemas cardíacos
  • Vermelhidão

Fase Crônica:

  • Prisão de ventre
  • Problemas digestivos
  • Dores no abdômen
  • Dificuldades de deglutição

Tratamento:

  • A doença de Chagas deve ser tratada na fase aguda. Crianças nascidas com a infecção também devem ser tratadas.
  • Tratar na fase crônica é recomendado para crianças e adultos. Mas tudo deve ser conversado com o médico responsável para que ele indique a melhor opção.
  • Duas drogas são usadas para tratar esta infecção: benzonidazol e nifurtimox.
  • Ambas as drogas têm frequentemente efeitos secundários. Os efeitos colaterais podem ser piores em pessoas idosas.
  • Os efeitos colaterais podem incluir:
  1. Dores de cabeça e tonturas
  2. Perda de apetite e perda de peso
  3. Neuropatia
  4. Problemas de sono
  5. Erupções cutâneas

Prognóstico da doença de Chagas

Cerca de 30% das pessoas infectadas que não são tratadas desenvolvem a doença crônica. Pode demorar mais de 20 anos a partir do momento da infecção original para se desenvolver problemas cardíacos ou digestivos.

Ritmos cardíacos anormais (arritmias, taquicardia ventricular) podem causar morte súbita. Uma vez que desenvolve insuficiência cardíaca, pode causar a morte dentro de alguns anos.

Prevenção:

Como não há vacina para a prevenção da doença, é necessário combater o vetor, o barbeiro.

Para combater o barbeiro é necessário:

  • Melhoria das moradias rurais a fim de impedir que o mosquito encontre abrigo.
  • Melhoria das condições de higiene e a limpeza das palhas e roupas são eficazes.
  • Ser um doador de sangue regular, pois nas áreas endêmicas fazem gratuitamente o exame para identificar Chagas em todas amostras coletadas e enviam uma carta nominal com os resultados.

Fotos do Barbeiro:

Observe agora imagens do vetor da Doença de Chagas, o Barbeiro:





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related News


Fotos del sistema reproductor
Fotos de tiras comicas
Fotos do carnaval 2018
Ovnis y extraterrestres fotos
Fotos de area para churrasco